Na juventude, as coisas acontecem de forma muito rápida e intensa, são várias decisões que são tomadas nesta fase da vida. Ainda ecoa na mente a pergunta: “O que eu vou ser quando crescer?”. A pergunta que na infância era feita somente pelos mais velhos, agora também é feita pelo próprio jovem (leia-se também adolescente). Chega a hora dos testes vocacionais, das descobertas de aptidões, das revelações de habilidades e a sensação do propósito da vida. Neste caminho, muitas dúvidas e dilemas surgem, e várias vezes nos deparamos com uma galera que ainda não sabe qual rumo tomar na vida. As perguntas são muitas e, na maioria das vezes, não sabemos para quem perguntar, ou para quem tem as respostas certas para as minhas perguntas ou, ainda, será que estamos fazendo as perguntas certas? Então, vem a necessidade de investir na vida dos jovens, de ensinar, de cuidar, de mentorear, de pastorear. Na segunda carta, Paulo escreve para Timóteo: “As palavras que me ouviu dizer na presença de muitas testemunhas, confie-as a homens fiéis que sejam capazes de ensinar a outros” (II Tm 2.2). Devemos ajudar essa galera a encontrar um sentido na vida que aponte para Jesus. Não podemos economizar tempo na formação dos jovens; quando um (a) jovem pedir para você um tempo para conversar, priorize isso, quem sabe essa conversa poderá produzir marcas eternas na vida dessa pessoa. Pauo escreve isso na segunda carta aos coríntios: “Vocês mesmos são a nossa carta, escrita em nosso coração, conhecida e lida por todos. Vocês demonstram que são uma carta de Cristo, resultado do nosso ministério, escrita não com tinta, mas com o Espírito do Deus vivo, não em tábuas de pedra, mas em tábuas de corações humanos” (II Co 3.2-3) Deixar marcas importantes e que glorifiquem a Deus na vida dos jovens torna-se um legado eterno. Ter uma juventude imbuída no propósito de anunciar o Reino de Deus usando todas

as suas habilidades, talentos, dons e vocação é um privilégio, mas também demanda um investimento que não podemos nos abster. As decisões da vida serão tomadas mais facilmente quando respaldadas por pessoas que investem na vida de outras pessoas, ajudando-as a um dia a caminhar com as próprias pernas glorificando a Deus. Por falar em investir, incentive o seu líder de juventude a participar da nossa conferência para pastores e líderes de juventude. Mais informações www.paixaopelajuventude.com