Um cientista vivia trancado em seu laboratório, procurando respostas para os problemas do mundo. Certo dia, seu filho de sete anos invadiu sua sala, decidido a ajudá-lo. Impaciente, o cientista pediu que o filho fosse brincar em outro lugar, no entanto, sem sucesso. Então procurou algum objeto que pudesse entreter a curiosidade do menino, logo encontrando o mapa-múndi impresso na página de uma revista. Recortou o mapa em vários pedaços, pegou um rolo de fita adesiva e entregou tudo ao filho, dizendo: – Você gosta de quebra-cabeças? Então vou lhe dar o mundo, todo que- brado, para consertar. Veja se consegue fazer tudo direitinho.

Calculou que a criança levaria dias para recompor o mapa. Porém, algumas horas depois, ouviu a voz do filho: – Pai, pai, já fiz tudo. Consegui terminar tudinho! Incrédulo, o cientista levantou os olhos de suas anota- ções, certo de que veria um mapa sem sentido. Mas, para sua surpresa, o mapa estava completo, com tudo em seus devidos lugares. -Você não sabia como era o mundo, meu filho. Como conseguiu? – Pai, eu não sabia como era o mundo, tentei consertar, mas não consegui. Mas quando você tirou o papel da revista para recortar, eu vi que, do outro lado, havia a figura de um homem. Então lembrei disso, virei os recortes e comecei a consertar o homem que eu sabia como era. Quando consegui consertar o homem, virei a folha e vi que havia consertado o mundo.

Amado, a maioria dos problemas que enfrentamos em nossas vidas, em nossas famílias e em nossa sociedade, são consequência da contaminação pelo pecado, fruto do afastamento de Deus e desobediência à sua Palavra.

A sociedade em que vivemos enfrenta dificuldades e dilemas cada vez maiores e mais complexos porque temos tentado consertar o mundo sem consertar o homem.

Assistimos diariamente a todo o tipo de reuniões em vários cantos do planeta, com a presença de presidentes, ministros, autoridades e especialistas de todos os ramos do saber, tentando encontrar caminhos e soluções para os graves desafios de toda a ordem que nos cercam.

No entanto, a grande questão, a fundamental questão, sempre ausente da pauta e da agenda de todas essas reuniões e debates, é que se não consertarmos o homem, tudo poderá ser em vão. O pecado no homem acaba contaminando seu coração e influenciando negativamente seu comportamento e suas ações. Apenas um exemplo: a maioria das leis são boas é úteis, o problema, é a transgressão das mesmas. Mais ainda, condenação e reclusão, podem tirar um transgressor ou um corrupto do convívio social; mas não podem tirar a transgressão e a corrupção do seu coração!

É preciso consertar o homem. É preciso transformar o homem. É preciso salvar o homem! E isso, só Jesus Cristo de Nazaré pode fazer. Não há solução para o homem e para a humanidade fora da Pessoa Bendita de Jesus Cristo de Nazaré!

Neste Dia do Homem Batista, ao tempo em que desejo cumprimentar e saudar todos os homens, desejo também desafiá-los a levar a mensagem de Cristo a todos os homens e demais pessoas que nos cercam, para que possamos ter o mundo melhor que todos ansiamos e sonhamos e é o grande desejo do coração de Deus.

Com carinho seu amigo e pastor.

Pr. Vitor Manuel Valente, Primeira Igreja Batista de Copacabana – RJ