A principal forma de crescimento de um pequeno grupo se dá através do discipulado, pois é ele que transforma a vida de pessoas. O discipulado transforma um homem vazio em um cristão convicto e produtivo no reino de Deus, um verdadeiro discípulo. A multiplicação de pequenos grupos só acontece quando existe a multiplicação de discípulos. A expansão do Reino de Deus não acontece simplesmente com mais pessoas nas igrejas, mas sim com mais discípulos alcançados e comprometidos com a Palavra de Deus, servindo a Deus com alegria e produzindo frutos para honra e glória de Deus.

O discipulado precisa acontecer de forma cognitiva e afetiva. É muito importante que estes dois aspectos do ensino caminhem juntos para promover com muito mais êxito o crescimento integral do discípulo.

Cognitivo: Cognição é o ato ou processo de conhecer, que envolve atenção, percepção, memória, pensamento, juízo, raciocínio, imaginação. O discípulo e o discipulador sistematicamente se encontram para o estudo dos princípios básicos da fé crista. O desenvolvimento da disciplina espiritual da meditação na Palavra de Deus precisa ser intencional para que o processo do crescimento e amadurecimento do discípulo aconteça de forma saudável e espiritualmente fortalecida.

Afetivo: Que mostra afeição ou afeto. O discipulador está próximo o suficiente do discípulo, como exemplo de vida e a par de suas decisões, dificuldades e vitórias no seu dia a dia. É importante para todo cristão ter um discipulador que o orienta e o protege durante toda a sua caminhada na vida cristã.

Márcio Tunala

Pastor da Igreja Batista do Bacacheri em Curitiba/PR.