Estamos vivendo numa sociedade em que os valores cristãos são confrontados a todo instante com um individualismo egoísta, com a “coisificação” dos relacionamentos que busca a satisfação pessoal (prazer aqui e agora!) gerando a perda do sentido de ideais elevados que respeitem a vivência comunitária e a solidariedade. Diante deste quadro (ainda que descrito aqui muito resumidamente), nossas igrejas sofrem com as grandes demandas que esses desafios lhes impõem. Compreender a função da educação cristã neste contexto é de fundamental importância para a igreja de hoje.

A Educação é um processo vital a cada um de nós. Estamos a todo tempo fazendo, possibilitando, recebendo educação. É comum muitos entenderem educação como apenas a transmissão de conhecimentos abstratos e conceituais. Entretanto, educação cristã é muito mais que isso!  Educação cristã é orientar os cristãos à maturidade da fé(Jo 15:1-5;II Pe 3:17,18; Cl 2:1-8); é reconstruir a própria experiência desenvolvendo uma consciência crescente dos valores espirituais, sociais, morais personificados em Jesus Cristo; é possibilitar o surgimento (de dentro para fora) das potencialidades, dos dons, talentos que cada um de nós carrega dentro de si. Isto quer dizer que a Educação Cristã  lida com o saber, mas também com o sentir, com o conviver, com o fazer de cada cristão. Para que isto aconteça de forma consciente e responsável faz-se necessário inter-relacionar: objetivos (o que se pretende alcançar?), conteúdos (o que?), meios (como vou fazer? que técnicas utilizar?), espaços (aonde? local apropriado), público-alvo (quem?perfil, faixa etária). Estes aspectos quando compreendidos e articulados em prol do desenvolvimento cristão de cada indivíduo auxilia no cumprimento da missão de nos tornar a imagem de Cristo (Ef 4: 10-15).

A família e a igreja são ambientes privilegiados nesta construção. Ambas devem trabalhar juntas! Na igreja, o conceito de educação cristã deve perpassar por todas as dimensões do ser e fazer do espaço eclesiástico. Ou seja, desde a portaria ao púlpito temos a oportunidade de educar (ou des-educar).  A responsabilidade de educar, formar e aprender deixa de ser apenas de alguns, passa a ser de todos (Mt. 28:19,20).

Ao lidar com as demandas do mundo de hoje que afetam diretamente os valores cristãos, precisa-se refletir e compreender a função da Educação cristã como eixo no processo de transformação de vidas. Pensada desta forma, o processo educacional na Educação Cristã é mais trabalhoso e demorado. Sendo assim, não existem soluções rápidas e a curtíssimo prazo. O que se pretendo, portanto, é a construção de um projeto educacional para a realidade e demanda de cada igreja. Um projeto fundamentado nos princípios e valores cristãos. Sobre isso, conversaremos um pouco mais ….

Para você pensar:

Qual o meu conceito de Educação Cristã?

A partir do artigo, que reflexões posso desenvolver em torno do tema Educação Cristã ?

Sugestão de leitura:. Livro “Educação Cristã” da prof. Madalena Molochenco, editora Vida Nova.

Crédito Imagem: www.materialgospel.com.br

Siga a CBP!