Todo indivíduo carrega em sua personalidade traços da educação que recebeu ao longo de sua vida, o que determina seu modo de pensar, agir e reagir diante das situações cotidianas. Quando pensamos então na responsabilidade do ensino cristão em nossas igrejas locais, sem descartar essas influencias externas que afetam direta ou indiretamente todas as pessoas, é necessário levar em conta esse fator determinante, para que não nos esqueçamos do real e grande desafio do educador cristão, de possibilitar um ensino realmente transformador, que marque profundamente a vida daqueles a quem ele ensina com a poderosa Palavra de Deus. Exercer esse papel de modo que eles possam ser transformados de dentro para fora, mudando não só a forma como se comportam no ambiente da Igreja, mas também na maneira como agem na sua rotina junto à sociedade, fazendo desse indivíduo uma nova criatura apta a deixar “as coisas velhas”, e prontas para viver o “tudo novo” que o Evangelho traz para a vida de todo salvo. Quando entendemos que esse ensino é a essência da educação cristã, compreendemos a importância da presença do Educador Cristão em cada Igreja local, como alguém que tem competências e habilidades para estruturar um programa educacional que alcance todas as pessoas, independente das diferentes condições de aprendizagem de cada pessoas, e que o fará comprometido com o ensino da Palavra de Deus.

Por isso é importante termos o auxílio desses irmãos que foram chamados para educar os cristãos de nossas Igrejas. Isso os dá duas grades oportunidades: A primeira é de reconhecer esse ministro ou ministra com homenagens, entendendo a grande importância deste ministério em cada Igreja local da nossa denominação, pois eles ouviram e atenderam o chamado do Senhor para dedicação de suas vidas ao ensino do seu povo. E a segunda, é o de despertar vocacionados que com toda certeza, Deus tem levantado e continuará levantando em nosso meio. Irmãos e irmãs que tenham paixão pelo ensino e pelo povo de Deus, que tenham o prazer de que vidas sejam transformadas pela Palavra salvadora. Pessoas que queiram ver e ajudar, para que todos os crentes em Jesus sejam edificados, para que tenham um testemunho vigoroso da graça salvadora de Deus.

Então a nossa palavra carinhosa e motivadora para cada educador Cristão é: que todos os dias sejam propícios para sua renovação vocacional; que aproveitem para avaliar seu trabalho e para agradecer a Deus pelo privilégio de servi-lo na obra através do ensino; que tenham o compromisso de ensinar com todo esforço e dedicação, como obreiros aprovados, que manejam bem a Palavra da verdade e que não tenham do que se envergonhar”; que se mantenham em constante aprendizado para servir cada vez melhor aquele que os chamou; e que se sintam sempre reconhecidos por sua dedicação e esforço, não desanimado, mas renovado em Deus, para que prossigam para o alvo da soberana vocação.

Que este domingo seja do Senhor, tratado com sua Igreja, sobre a nobre e relevante missão do Educador Cristão.

Edinir Luiza Machado Coelho de Carvalho, secretária da AECBC; membro da Primeira Igreja Batista de Cosmos – RJ / Priscila Mariano da Silva Mota, educadora Religiosa; membro da Igreja Batista Nova Canaã- RJ.