O que é integridade? O dicionário define como inteiro, inteireza. Ao ler o livro de Daniel na Bíblia percebemos um homem diferente. Daniel foi um homem íntegro. Ele e seus companheiros foram levados para o cativeiro babilônico, lá seus nomes foram trocados, passaram a conviver com uma cultura diferente, língua diferente e conviver com a saudade da sua Pátria. No reinado de Dario foi assinado um decreto que batia de frente com as convicções de Daniel. Qual foi a atitude dele diante do decreto do rei? Ele continuou firme nas suas convicções. Daniel orava três vezes por dia, mantinha intimidade com Deus, ele era íntegro na sua vida espiritual. Precisamos manter uma vida devocional com Deus, falar com Ele através da oração sem pre. Nada pode abalar o nosso relacionamento com Deus. Mesmo que a sociedade faça pressão, não podemos abrir mão da vida com o Senhor. Daniel era íntegro na sua intimidade com Deus e também era íntegro na sua vida profissional. No capítulo 6 de Daniel diz que ele tinha “espírito excelente”. Tudo que Daniel fazia era com excelência, ele não era um profissional meia boca, ele não fazia as coisas de qualquer jeito. A mediocridade é inimiga da integridade. Quando somos relaxados, quando damos o nosso pior na área profissional, não somos íntegros. A integridade de Daniel foi percebida por todos à sua volta, tanto é que incomodou os seus “amigos”. Daniel foi lançado na cova dos leões, correu o risco de morrer. Deus fechou a boca dos leões e livrou Daniel. Muitas vezes corremos risco de morte por manter a nossa integridade, mas é assim que Deus deseja ver os seus filhos, firmes na causa que abraçaram. Que sejamos como Daniel, que os nossos familiares, amigos possam ver em nós uma vida de intimidade com Deus, fidelidade na área profissional e que através das nossas atitudes muitos reconheçam que servimos ao Deus vivo e verdadeiro.
Cleverson Pereira do Valle,

colaborador de OJB