A palavra desânimo, do grego “atimia”, significa perda de ânimo, desalento,desencorajamento. O desânimo se evidencia em duas realidades. A primeira, falta de fé em Cristo Jesus. Se você confia que Jesus pode salvar, curar, livrar, restaurar, que Jesus é o Caminho, a Verdade e a Vida, que é o primeiro e o último, é o Leão da tribo de Judá, é a ressurreição e a vida, é o Sol da justiça e o Justo Juiz, é a resplandecente Estrela da Manhã, é a Raiz das gerações; você não anda

em desânimo. Fé, coragem e determinação andam juntas. Onde existem fé e confiança não há lugar para desânimo. A segunda é aceitar que o desânimo é como uma nuvem passageira. Desânimo, na realidade, é uma fase passageira. É como uma nuvem que por um momento obscurece o calor e a luz do sol. No caso do desânimo espiritual, é quando não refletimos o brilho e a luz de Cristo por causa do pecado, que tão de perto nos rodeia. O desânimo cega nossos olhos, algema nossas mãos, acorrenta nossos pés. O desânimo espiritual provoca falta de apetite para orar eer a Bíblia, causa morte espiritual. Nunca conheci uma pessoa que tenha passado tempo orando, lendo a Bíblia, tendo fé em Jesus, que tenha passado muito tempo desanimado.

Como vencer o desânimo:
1) Lembrar que Cristo vem outra vez (João 14.1-3);
2) Andar e viver na Luz de Cristo: “De novo, lhes falava Jesus, dizendo: Eu sou a luz do mundo; quem me segue não andará nas trevas; pelo contrário, terá a luz da vida.” (Jo 8.12);
3) Consciência de que nosso trabalho não é vão no Senhor: “Sabendo que, o vosso trabalho não é vão no

Senhor” (I Co 15.58c). Praticar o bem: “Porque Deus não é injusto para ficar esquecido do vosso trabalho e do amor que evidenciastes para com o seu nome, pois servistes e ainda servis aos santos” (Hb 6.10);
4) Esperar no Senhor em quaisquer circunstâncias: “Espera pelo Senhor, tem bom ânimo, e fortifique-se o teu coração; espera, pois, pelo Senhor” (Sl 27.14). “Mas os que esperam no Senhor renovam as suas forças, sobem com asas como águias, correm e não se cansam, caminham e não se fatigam” (Is 40.31);
5º Apreciar e praticar as recomendações paulinas, conforme II Coríntios: “Em tudo somos atribulados, porém não angustiados; perplexos, porém não desanimados; perseguidos, porém não desamparados; abatidos, porém não destruídos; levando sempre no corpo o morrer de Jesus, para que também a sua vida se manifeste em nosso corpo” (II Co 4.8-10). Além disso, Jesus nos diz, “Tende bom ânimo, Eu venci o mundo”. “Estas coisas vos tenho dito para que tenhais paz em mim. No mundo, passais por aflições; mas tende bom ânimo; Eu venci o mundo” (Jo 16.33)
Natanael Cruz, pastor,
O Jornal Batista
Siga a CBP!