Deus plantou em meu coração o desejo de executar um trabalho com crianças. Durante muitos anos procurei entender esse desejo, como uma pessoa tão descoordenada, que é incapaz de bater palmas e cantar ao mesmo tempo poderia realizar esse sonho, até que compartilhei este desejo com um irmão da igreja e em pouco tempo nasceu o Semear, debaixo da ponte, sem recursos, buscando a cada semana apenas sobreviver. O bairro escolhido para executar o trabalho também foi orientação de Deus e Ele tem nos sustentado a cada dificuldade, mandado parceiros no momento certo, como resposta e direção às nossas dúvidas.

Em 2007, em um momento de grande dificuldade e até de questionamentos quanto à continuidade do trabalho e, principalmente, sentindo dificuldade de manter e envolver os adolescentes nas atividades que oferecíamos, a Unesco/Criança Esperança aprovou nosso primeiro projeto para preparação e inserção no mundo do trabalho; entendemos o direcionamento e no final do projeto do Criança Esperança estávamos prontos para formalizar outras parcerias (laboratório de informática, Tv, cursos cadastrados junto ao Ministério do Trabalho, equipe técnica e pedagógica). Nossa primeira parceria foi com o Ministério Público do Trabalho, assumindo o  compromisso de não medir esforços para implantação do Programa de Aprendizagem na região.

O trabalho com crianças renova as energias e sentíamos falta dele, até porque é com as crianças que conseguimos trabalhar uma base sólida: valores, princípios cristãos (estudos bíblicos). Sempre respiramos fundo pensando: “um dia ainda voltaremos com força total com as crianças”, e mais uma vez o agir poderoso de Deus nos encontrou: este ano fomos a única instituição do Paraná contemplada com o Criança Esperança e além da construção de uma quadra de esportes, conquistamos uma sala para a biblioteca e atualização do acervo bibliográfico.

Então, minha missão com crianças? Continuo não conseguindo bater palmas e cantar, mas me delicio com a música, a dança, o teatro e o sucesso dos nossos aprendizes, bem como me dedico a administrar toda esta estrutura, na certeza de que Deus não escolhe os capacitados, Ele capacita os escolhidos!

Estamos construindo e tem sido um grande desafio, mas sabemos que Deus proverá na hora certa. Em 2016 voltaremos a atender mais de 200 crianças, porque este não é um sonho apenas nosso, é de Deus, totalizando mais de 1.000 atendimentos por semana.

1 2

Leci Desbessel

Direção Semear

A SOCIEDADE FILANTRÓPICA “SEMEAR” é um dos projetos sociais apoiado pela Convenção Batista Paranaense. Se você quer saber mais sobre esse projeto entre em contato conosco.

Silvana Monteiro

Executiva de Acao Social da CBP