Varas limpas reflexão “Toda a vara em mim, que não dá fruto, a tira; e limpa toda aquela que dá fruto, para que dê mais fruto” (Jo 15.2). A comparação de Jesus é simples e direta. Varas da videira existem para dar fruto. O peso de não dar fruto obriga o lavrador a cortar as varas infrutíferas. E ele “Limpa toda aquela que dá fruto, para que dê mais fruto” (Jo 15.2). Convivemos com uma religião de consumo: Muitos crentes frequentam suas Igrejas para receber algo, para frequentar um bom ambiente, para ouvir músicas bonitas, para diminuir um pouco seu senso de culpa. A mensagem trazida por Jesus não é para estimular consumo. Pelo contrário, é para criar em nós um espírito de frutificação e de doação. Nossa vida de comunhão com o Senhor deve produzir frutos, dando testemunho de Cristo para abençoar os outros. Não importa quantos talentos o Senhor nos deu. Nossa responsabilidade é aplicá-los e desenvolvê-los, para a Glória do Senhor e para o benefício dos outros. É por isso que o Senhor limpa suas varas: Não somente porque dão frutos, mas porque devem dar mais frutos. O Senhor é um Deus de alta qualidade e de vida abundante. Se quisermos continuar a ser varas do Seu tronco, o jeito é dar fruto. E permitir que Ele nos limpe.
Olavo Feijó
Pastor, professor de Psicologia