• By: COM2
  • Categories:

Davison Rodrigues Batista, membro da Igreja Batista Boas Novas – AM; seminarista no Seminário Batista Amazônico Eurico Nelson; líder de Juventude na Igreja local e Presidente da Juventude Batista do Amazonas.

“Pois nele foram criadas todas as coisas nos céus e na terra, as visíveis e as invisíveis”

(Cl 1.16a)

Paulo começa sua carta escrevendo aos Colossenses com bastante alegria pelo testemunho de fé que esse povo traz e do amor recíproco entre eles. E mais à frente, declara veemente a supremacia de Cristo.

Dentre os atributos citados para o primogênito, cita que nEle foram criadas todas as coisas. Paulo fala da importância da adoração ao único criador, pois o resto é tudo criatura, já que [todas] as coisas, nos céus e na terra, são obras de Suas mãos. Note que Cristo é de detalhes, não deixa passar nada despercebido. Nada, nenhum lugar e ninguém é omitido, nem as coisas visíveis, nem as invisíveis.

Quando lemos a palavra “criação”, não podemos simplesmente dizer que se refere ao narrado em Gênesis. Deus está criando de novo, através de/em Cristo. Em Efésios 2.10, Paulo também diz que somos criação de Deus realizada em Cristo Jesus.

Em João 1.12, nos é dado uma promessa, de que quando o recebemos como Senhor e cremos em Seu nome, dar-se o privilégio de não sermos mais criatura, e sim de sermos chamados de (filhos de Deus), nascidos do Pai. Pois, enquanto criatura, estávamos vivendo longe do Criador, e agora não só estamos perto, como somos filhos e estamos sendo conformados à Sua imagem (nova criatura).

Siga a CBP!